Agranda exportação

Exportação de Sementes e seus Derivados

O Brasil é o terceiro maior mercado produtor de sementes do mundo, atrás de Estados Unidos e China. E, pelo seu potencial genético e capacidade de produção, é naturalmente procurado por empresas e produtores para exportar sementes para países localizados, principalmente, na faixa de clima tropical. 

Nós, da Agranda Sementes, também estamos focados neste segmento, como exportadora e como originadora de sementes para Tradings Exportadoras. Adotamos três modelos de trabalho na exportação:

Modelo 1 - Como Exportadores: a Agranda está preparada para exportar sementes produzidas por Empresas Produtoras credenciadas para as diversas culturas de interesse de importadores. As regiões principais são: América do Sul, América Central, Europa e alguns países da África.

Modelo 2 - Como Originadores: a Agranda está preparada para originar e fornecer sementes e seus derivados para Tradings Exportadoras em volumes, espécies, cultivares e qualidades exigidas, para atender contratos específicos de exportação. A equipe da Agranda pode dar apoio às Tradings nos aspectos técnicos, na documentação para exportação e na logística.

Modelo 3 - Como Co-Trading: este Modelo garante um relacionamento comercial mais permanente e mais estratégico com as Tradings, que são responsáveis pela captação dos negócios e pela operação de exportação e a Agranda é responsável pelo fornecimento de produtos. Também neste Modelo a equipe da Agranda cuida dos aspectos técnicos para garantir as especificações dos produtos e dá apoio na documentação e na logística.

Atualmente as principais culturas atendidas para exportação de sementes são: Milho, Soja, Feijão, Hortaliças. E os produtos derivados para finalidade de alimentação são: Feijão, Soja, Milho e Arroz.  Mas outras culturas podem ser atendidas em função da demanda

Consulte a Agranda Sementes para entender em detalhes os Modelos de trabalho disponibilizados.