PASSO A PASSO: COMO ESCOLHER A SEMENTE DE TRIGO CERTA PARA O PLANTIO

Escolher a semente correta

O trigo envolve uma série de considerações importantes para garantir uma colheita produtiva e de qualidade. 

1. Objetivo da Cultura: Defina o objetivo da plantação de trigo. Dependendo de se o trigo é para farinha, forragem, ou uso específico como trigo duro para massas, diferentes variedades serão mais adequadas.

2. Clima e Solo: Avalie o clima e as condições do solo da sua região. Algumas variedades de trigo são melhor adaptadas a climas mais frios ou quentes, enquanto outras podem ser mais tolerantes a solos ácidos ou alcalinos.

3. Resistência a Doenças e Pragas: Opte por variedades que sejam resistentes às principais doenças e pragas da sua região. Isso pode incluir resistência a ferrugem, giberela, e outras doenças fúngicas, além de pragas como pulgões e gorgulhos.

4. Ciclo de Crescimento: Escolha uma variedade com um ciclo de crescimento adequado para sua janela de plantio e colheita. As variedades de trigo podem ser classificadas como de inverno ou de primavera, dependendo do tempo de semeadura e crescimento.

5. Rendimento e Qualidade: Considere as variedades com histórico de alto rendimento e que atendam aos padrões de qualidade desejados, como teor de proteínas e características de panificação.

6.Recomendações Locais: Consulte agrônomos, pesquisadores e outros agricultores na sua área para obter recomendações baseadas em experiências locais. Eles podem fornecer insights valiosos sobre as variedades que melhor performam na sua região.

 

Variedade da semente de trigo, Forrageiro e para grãos 

O trigo forrageiro é utilizado para pastagem, produção de silagem ou feno, servindo como uma fonte importante de alimentação para o gado, principalmente em épocas do ano quando outras forragens podem ser escassas. 

 

Trigo forrageiro para pastagem:

  1. Produtividade de Biomassa: Escolha variedades de trigo conhecidas por sua alta produção de biomassa, pois isso determinará a quantidade de forragem disponível para o gado.
  2. Crescimento Rápido: Variedades com rápido estabelecimento e desenvolvimento inicial forte são preferíveis para pastagem, pois permitem um uso mais cedo e eficiente da área.
  3. Tolerância a Pastejo: Algumas variedades de trigo têm maior tolerância ao pisoteio e ao corte frequente, características importantes para manter a viabilidade da pastagem.
  4. Resistência a Doenças e Pragas: Opte por variedades resistentes a doenças e pragas comuns na sua região para reduzir perdas e custos com tratamentos.

Manejo da Pastagem

  1. Época de Plantio: O plantio deve ser feito considerando o ciclo da planta e as necessidades de forragem durante o ano. O trigo de inverno, por exemplo, é semeado no outono e utilizado no início da primavera.
  2. Densidade de Semeadura: Ajuste a densidade de semeadura para garantir uma cobertura adequada do solo e maximizar a produção de forragem sem comprometer a qualidade.
  3. Fertilização: Adequar a fertilização à expectativa de produção e ao equilíbrio nutricional necessário para o gado.
  4. Irrigação: Se disponível, a irrigação pode ser necessária para manter o crescimento constante, especialmente em regiões com períodos de seca.

Uso da Pastagem

  1. Pastejo Rotacionado: Implemente um sistema de pastejo rotacionado para permitir que o trigo se recupere entre os períodos de pastejo, otimizando a produção de forragem e mantendo a saúde do solo.
  2. Monitoramento e Ajustes: Monitore regularmente a condição da pastagem e a saúde das plantas para fazer ajustes no manejo conforme necessário, seja em termos de carga animal, frequência de pastejo ou práticas culturais adicionais.

Ao seguir essas diretrizes, você pode maximizar a eficácia do trigo forrageiro como parte de um sistema integrado de pastagem, fornecendo alimento de qualidade para o gado e melhorando a sustentabilidade da produção agrícola.

 

Trigo para grãos 

O cultivo de trigo em grãos é uma atividade agrícola essencial em muitas partes do mundo, sendo um dos principais cereais para a produção de alimentos como pão, massas e outros produtos à base de farinha. Para alcançar uma produção eficaz e de alta qualidade de trigo em grãos, considerações específicas devem ser levadas em conta:

Seleção da Variedade
1. Tipo de Trigo: Escolha entre trigo duro (ideal para massas e semolina), trigo mole (usado para pães e produtos de panificação), e trigo de primavera ou de inverno, dependendo do clima e da época de plantio.
2. Qualidade do Grão: As variedades devem ser escolhidas também pela qualidade do grão, que inclui teor de proteína, características de moagem e propriedades de panificação.
3. Resistência a Doenças: Opte por variedades resistentes a doenças comuns na sua região, como ferrugem, septoria e giberela.

 Preparo e Manejo do Solo
1. Preparo do Solo: Um bom preparo do solo é crucial para garantir a emergência uniforme das plântulas e o desenvolvimento ideal das raízes.
2. Fertilização: Um plano de fertilização baseado em análises de solo ajudará a maximizar o rendimento e a qualidade dos grãos, fornecendo nutrientes essenciais como nitrogênio, fósforo e potássio.

Semeadura
1. Época de Semeadura: A semeadura deve ser realizada no momento ótimo para cada tipo de trigo (de primavera ou de inverno) para evitar problemas com o clima e pragas.
2. Densidade de Semeadura: A densidade deve ser ajustada de acordo com a variedade, as condições do solo e o clima, influenciando diretamente na competição entre plantas e no desenvolvimento de doenças.

 Manejo de Pragas e Doenças
1. Controle Integrado: Utilize práticas de manejo integrado de pragas (MIP) e de doenças para reduzir a dependência de produtos químicos e preservar a sustentabilidade ambiental.

 Colheita
1. Momento Ideal: A colheita deve ser realizada quando os grãos atingirem o ponto ideal de maturação, geralmente quando a umidade dos grãos está entre 12% e 14%.
2. Armazenamento: Garanta que os grãos sejam armazenados em condições adequadas para evitar perdas de qualidade e problemas com pragas e mofo.

Cada um desses aspectos é vital para garantir que a produção de trigo em grãos seja não apenas viável mas também rentável e sustentável, proporcionando alimento de qualidade para o mercado.

Descubra detalhes de como ter sucesso no plantio de trigo e produza mais

Ao escolher sementes de trigo, é essencial considerar o propósito da cultura, selecionar variedades adaptadas ao clima e solo local, priorizar sementes resistentes a doenças e pragas, e escolher variedades que atendam aos padrões de qualidade do grão desejados. É também importante adquirir sementes de fornecedores confiáveis e certificados. Essas considerações ajudarão a maximizar a produtividade, a eficiência e a rentabilidade da colheita de trigo.